Loading…

BAIXO RISCO DE LESÃO E ALTA PERFORMANCE

PHAST é uma ferramenta de avaliação fisioterapêutica para análise do perfil funcional e de risco de lesões de forma prática e inovadora.
Saiba Mais

Prejuízos causados por uma perda de mobilidade articular

A diminuição ou perda da mobilidade articular pode interferir no desempenho físico, pois gera compensações e desequilíbrios musculoesqueléticos que certamente facilitam o acometimento de lesões. Uma compensação bem frequente é a projeção dos joelhos medialmente (valgismo dinâmico) durante o agachamento. Nos primeiros graus de flexão, a causa mais comum é a ativação deficitária ou fraqueza […]

Entenda a pronação excessiva e suas consequências

A pronação é um movimento fisiológico da articulação subtalar (calcâneo e talus) com contribuição da articular transversa do talus (mediopé) e é necessária para permitir a descarga de peso durante a marcha. (Neumann). O eixo do movimento da subtalar é oblíquo e por isso este movimento ocorre em 3 planos, permitindo eversão, abdução e dorso-flexão. […]

Agachamento é um exercício para glúteo ou quadríceps?

Vamos aos fatos: 1 – Para agachar é necessário ativação dos extensores do quadril-EQ (glúteo max e isquiossurais); extensores do joelho (quadríceps) e tríceps sural. 2 – Para ganho de força é necessário ativação de 50-60% da CVM (contração voluntária máx. com EMG) (Myers, 2007). Entretanto, como agachar é uma tarefa em cadeia fechada e […]

Mecanotransdução: como os tecidos promovem a cura tecidual?

Carga usada terapêuticamente estimula a recuperação de tendões, músculos, cartilagem e ossos. Esse processo é denominado Mecanotransdução, no qual o corpo converte carga mecânica em resposta celular (Khan K. BJSM, 2009,Igber 2008) A essência da fisioterapia é essa, aplicar carga controlada para permitir o reparo tecidual e remodelamento. Estudos já evidenciam essa questão, mostrando que […]

Lesões influenciam no desempenho de equipes esportivas

Desta forma a prevenção de lesões torna-se uma importante aliada contra o mau desempenho. Um estudo prospectivo acompanhou por 11 anos equipes de futebol europeu de alto rendimento e demonstrou que baixo número de lesões e dias de afastamento foram estatisticamente associado com melhores escores das equipes no campeonato principal; p<0,001 (Hagglund et al., 2003. […]